ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Comunidade de Rio Preto da Eva recebe ação da Susam para testagem rápida de HIV, sífilis e hepatite

15/05/2019 17:33:58

Testes rápidos de doenças como HIV, sífilis e hepatite serão disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) em comunidades de difícil acesso na Região Metropolitana de Manaus (RMM). Nesta sexta-feira (17/05), o projeto da Coordenação Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais, da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), em conjunto com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), levará os serviços até à comunidade Manuel Romão, localizada no quilômetro 135, da rodovia estadual AM-010.

As equipes percorrerão as residências, convidando a comunidade a participar das ações de prevenção. Na hora, os moradores poderão ter acesso à testagem para infecção pelo HIV, Treponema Pallidum (sífilis) e vírus da hepatite B e C, segundo informou a coordenação estadual.

Esta é a terceira visita às comunidades de difícil acesso feita pela equipe, segundo informou a enfermeira da coordenação estadual, Lilian Furtado. De acordo com a profissional da saúde, o projeto visa alcançar pacientes que, devido às longas distâncias, não conseguem realizar o acompanhamento preventivo das doenças transmissíveis.

“Por isso a importância de se fazer essas ações, de levar a saúde à porta das pessoas. A gente sabe que quem está na zona urbana tem mais acesso, mas quem está na zona rural, em lugares de difícil acesso, até por conta da distância, muitas vezes não consegue transporte para fazer os exames em Manaus”, ressaltou a enfermeira.

Sífilis - Resultados positivos para sífilis foram encontrados nas últimas três visitas em comunidades do entorno de Rio Preto da Eva, realizadas pela coordenação, conforme informou Furtado. O tratamento para a doença é ofertado na rede municipal, por meio da administração de medicamentos como a penicilina.

“Em todas as comunidades tinham casos de sífilis. E, apesar de não saberem da doença, a partir do teste, fica muito mais fácil tratar. No caso, do HIV e da hepatite, por exemplo, nós informarmos no aconselhamento que ele precisa fazer exames, que é uma doença crônica, mas que consegue conviver bem. Que os medicamentos são gratuitos, e, já marcamos a consulta”, explicou Furtado.

Além da testagem rápida, a Susam ainda leva para a comunidade o aconselhamento e orientação aos pacientes atendidos. Furtado explica que, em casos que o teste aponta resultado positivo, o direcionamento para o acompanhamento e tratamento é fundamental na oferta de qualidade de vida.

A Região Metropolitana de Manaus deve continuar recebendo a equipe da Coordenação Estadual de IST/Aids e HV com a testagem rápida, conforme adiantou a enfermeira. O próximo município a ser visitado, ainda sem data definida, é Presidente Figueiredo, segundo Furtado.


FVS desenvolve pesquisa - A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) também está presente na ação. A entidade promove uma pesquisa com mulheres sexualmente ativas, residentes nessas localidades.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP- FVS), Leila Ferreira, a ação é tema de pesquisa do Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC/FVS-AM/FAPEAM). "A atendimento será ofertado para homens e mulheres, porém, a pesquisa será destinada a mulheres sexualmente ativas residentes em áreas rurais", disse Leila.

Programação - Na comunidade haverá mobilização social e busca de mulheres sexualmente ativas para o acesso às medidas de prevenção pelo aconselhamento, testagem e diagnóstico rápido por meio da testagem para HIV, sífilis, hepatite pelo vírus B e C.

FOTO: Claudio Heitor / Secom