ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Susam entrega novos leitos obstétricos no Hospital e Maternidade Chapot Prevost

04/01/2019 10:27:31

A Maternidade Chapot Prevost, na zona leste de Manaus, ampliou em mais 28 leitos sua capacidade de atendimento. Além disso, recebeu equipamentos e melhorias na estrutura. A unidade, que funciona em um complexo hospitalar que inclui  hospital e Serviço de Pronto Atendimento (SPA), aumentou de 15 para 43, o número de leitos obstétricos, um crescimento de 186% na capacidade. Os novos leitos serão foram entregues nesta sexta-feira (28/12).


De acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, a ampliação dos leitos no ChapotPrevost, faz parte do planejamento realizado pela atual gestão, para a melhoria do atendimento maternoinfantil no Estado. “Estamos ampliando a rede já existente, com a reativação e implantação de novos leitos, bem como a melhoria da estrutura física de todas as nossas maternidades”, disse o secretário.

 

Segundo a diretora do Chapot Prevost, Sandra Lúcia Lima, os novos leitos foram criados a partir ajustes estruturais e aquisição de equipamentos. “Tivemos que equipar os novos leitos com camas, berços, incubadoras, mesa cirúrgica, carros de emergência, aparelho de fototerapia e demais equipamentos e readequar os espaços”, afirma.

 

Em 2018, a maternidade Chapot Prevost realizou 1.546 atendimentos, sendo 888 partos normais, 266 cesarianas e dois partos gemelares. Os demais atendimentos foram 165 curetagens e 225 atendimentos a puérperas entre 12 e 18 anos.

 

Reestruturação da rede maternoinfantil – Além do Chapot Prevost, todas as maternidades da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) receberam ou estão passando por melhorias estruturais, com obras de revitalização, ampliação e reativação de leitos.

 

A maternidade Ana Braga, zona leste, por exemplo, já reformou dez enfermarias, os centros cirúrgicos, a recepção, o pré-parto e a admissão.  A unidade teve 70% do sistema de climatização revitalizado, com a instalação de 21 aparelhos de ar condicionados e a recuperação de parte do sistema de ar condicionado central. Na última sexta-feira (21/12), a unidade entregou o Solário Raio de Luz, espaço de convivência destinado às mães e bebês, para banho de sol e atividades de fisioterapia ao ar livre.

 

De acordo com a diretora da maternidade, Maria Dalzira Pimentel, o solário ocupa um espaço ocioso que existia na unidade. “São mais de 100 metros quadrados utilizados para atividades das equipes multiprofissionais, com nossos pacientes – enfermagem, fisioterapia, médicos, assistentes sociais, psicologia e outros”. Foi feita a troca de telhado e todos os banheiros estão sendo reformados.

 

Na Maternidade Dona Nazira Daou, na Cidade Nova, zona norte, foi feita  a reforma da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), UCI Neonatal Canguru (UCINca) e UCI Neonatal Convencional (UCINco) e 14 novos aparelhos e ar condicionados foram instalados, pondo fim em uma das principais reclamações de pacientes. A unidade, que não recebia obras de revitalização e reformas desde 2002, quando foi inaugurada, obteve este ano a renovação da certificação de qualidade ISO 9001/2015. O selo atesta o padrão de excelência na qualidade dos serviços oferecidos na unidade e foi concedido após auditoria.

 

Mais melhorias – A Susam instalou novos aparelhos de ar condicionados nas recepções, enfermarias e na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) do Instituto da Mulher Dona Lindu. A unidade mudou o serviço de imagem de raio-X de analógico para digital e reestruturou o serviço de mamografia. O quadro de servidores do Instituto da Mulher também recebeu reforço, com o ingresso de 70 enfermeiros, um fisioterapeuta e três agentes administrativos, aprovados no concurso público.

 

A maternidade Balbina Mestrinho ampliou de 10 para 16, o número de leitos para bebês prematuros. A ampliação foi possível com a conclusão das obras na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal (UCINCo), que estava com seis leitos desativados desde 2013, por problemas na estrutura física do prédio. A unidade ganhou, também, uma nova ambulância para remoção de pacientes. Alguns setores receberam reestruturação física, como o alojamento conjunto. A unidade também ganhou um Banco de Leite Humano.

 

A maternidade Alvorada, zona centro-oeste,  recebeu melhorias estruturais, como reformas nas enfermarias, banheiros, confortos dos médicos e na fachada, além da reforma do reservatório de água. A unidade também recebeu um novo carro de anestesia e um novo aparelho de ultrassonografia. A central de material esterilizado e o posto de coleta de leite humano ganharam climatização central, contribuindo para melhorar o atendimento às gestantes.

 

Na maternidade Azilda Marreiro, localizada no bairro Nova Cidade, zona norte, houve reformas na estrutura predial, para melhorar o atendimento às gestantes e bebês. As revitalizações  aconteceram nos banheiros, nos Alojamentos Conjuntos (Alcon), pré-parto, sala de banho dos bebês, fachada e recepção. Em todos os locais tiveram melhorias na pintura, troca de portas e instalação de novos aparelhos de ar-condicionados. Outros espaços, como almoxarifado e vestiário de funcionários que trabalham em regime de plantão, estão com obras de reparos em fase de finalização.

 

FOTOS: ROBERTO CARLOS/SECOM