» Órgãos Colegiados:
CES
CIB
CIR
COSEMS
» Dados Estatísticos
» Planos e Relatórios
» Informações de    Saúde:
» Nossos Parceiros:
FUNASA DATASUS
Ministério da Saúde CONASS
Cartão SUS Biblioteca Virtual de Saúde
» Sites Relacionados:
Doação de Órgãos
Banco de Olhos
Farmácia Popular
FVS
CEREST
Laudo Procedimento
APAC
Aplicativo
Saúde Amazonas
  Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas

Mais de 100 cirurgias já foram realizadas no Hospital e Pronto Socorro da Zona Norte



A espera de três anos está prestes a chegar ao fim. Comemora a vendedora Jeane Nascimento, 40, enquanto aguarda por atendimento na triagem do novo Centro Cirúrgico do Hospital e Pronto Socorro da Zona Norte - o maior do Norte e Nordeste -, no bairro Tarumã, em Manaus. Assim como ela, mais de duas mil pessoas serão atendidas na unidade dentro de uma programação especial de cirurgias agendadas para acontecer no prazo de até 90 dias.



“Já espero há três anos. Ligaram na sexta-feira (1o de Setembro) pedindo que eu trouxesse meus exames aqui que conseguiria a cirurgia. Foi muita espera antes dessa ligação. Ficava aguardando eles me ligarem e quando ligavam os exames já estavam todos vencidos. E agora eu creio que vou conseguir”, disse.


O novo Centro Cirúrgico e a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital da Zona Norte foram entregues pelo governador David Almeida no dia 16 de agosto. A nova área ocupa dois andares da unidade, com dez leitos de UTI, 11 salas cirúrgicas e 112 leitos de internação.


A meta, revela o governador David Almeida, é realizar, em 90 dias, um total de 2.340 cirurgias. “Estamos dando uma outra realidade à saúde pública do nosso Estado. Os investimentos nos grandes hospitais vão contribuir no nosso projeto de otimizar o atendimento, agilizar os procedimentos e acabar com filas de espera. Além disso, estamos reestruturando as unidades de saúde com a aquisição de equipamentos, ambulâncias e medicamentos”, destacou o governador.


Desde que entrou em funcionamento, há 14 dias, a unidade já realizou quase mil consultas ambulatoriais – atendimento que prepara os pacientes para o procedimento cirúrgico – e aproximadamente, 100 cirurgias foram realizadas, sendo 31 de vesícula biliar, 32 de hérnia e 30 dermatológicas. Este último, segundo o coordenador do Centro Cirúrgico, Wagner William, foi iniciado no sábado, 2 de Setembro.


“Nós estamos realizando atendimentos na nossa unidade de segunda a sábado, de manhã e de tarde, sendo que já realizamos até a presente data mil atendimentos ambulatoriais. Esses atendimentos visam preparar os pacientes para o procedimento cirúrgico, tendo em vista que, muitos deles estavam esperando há algum tempo e tinham seus exames vencidos ou estavam com eles incompletos”, explicou.


De acordo com o coordenador, os pacientes que serão submetidos ao procedimento cirúrgico recebem todo o suporte na própria unidade. A média de tempo para a realização da cirurgia é de sete a 15 dias. Os pacientes que não estão com todos os exames necessários acabam realizando os mesmos no próprio hospital.


“Organizamos para que todos os procedimentos que são necessários para o preparo do paciente, como exames de sangue, eletrocardiograma e risco cirúrgico possam ser realizados na dependência do hospital, neste caso encurtando o tempo que ele precisa para ser operado”, ressaltou.


Quem também se beneficiou com o atendimento foi o aposentado José Ribamar que veio do município de Itamarati. O tempo de espera do aposentado foi de três meses e, já operado, ele comemora e agradece.


“Minha cirurgia estava marcada para o dia 8 de novembro, mas recebi a boa notícia de que foi antecipada. Aqui tudo é nota dez. Até agora não tenho o que reclamar. Se uma pessoa colocar defeito em um serviço desses é porque ele não é filho de Deus. Eu estou demais satisfeito e vou voltar pro meu município falando é bem”, conta.


Cirurgias de câncer – Dentre os procedimentos cirúrgicos realizados na unidade também contemplam pacientes com câncer de pele. “Nós temos muitos pacientes que estavam aguardando cirurgias de câncer de pele, agendadas para 2018. Conseguimos fazer uma parceria e trazer esses pacientes para cá. Só nesse grupo do câncer já beneficiamos 30 pacientes que estavam com marcação para janeiro e vamos fazer muito mais”, ressaltou.


O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed), uma organização social sem fins lucrativos especializada em serviço de gestão hospitalar, é o responsável pela realização das cirurgias eletivas gerais no Hospital e Pronto Socorro da Zona Norte por apresentar a melhor e mais econômica proposta.  O Imed administra o Hospital da Zona Norte desde a inauguração da primeira fase da unidade, em 2014, com a abertura dos prontos-socorros adulto e infantil, que realizaram mais de 14 mil atendimentos, em julho.


Desde fevereiro deste ano, com a inauguração da segunda etapa do hospital, o Imed é responsável, também, pela gestão do Centro de Diagnósticos, um moderno parque de imagens com capacidade para realizar 18 mil exames de alta complexidade por mês.


Atualização de cadastro – Para agilizar os procedimentos, o coordenador do Centro Cirúrgico orienta que, os pacientes que aguardam por cirurgias eletivas de hérnia e vesícula, atualizem seus cadastros no Sistema de Regulação do Amazonas (Sisreg), em especial, o número de telefone. Para efetuar a atualização, o paciente deve se dirigir até a unidade onde o médico indicou a necessidade de cirurgia. Com o cadastro desatualizado, não se tem conseguido informar aos pacientes que seus procedimentos cirúrgicos estão agendados para serem realizados no Hospital e Pronto-Socorro da Zona Norte, em Manaus.


Em caso de dúvidas, entre em contato com o Núcleo Interno de Regulação do HPS da Zona Norte pelo telefone: (92)3182-9755, 3182-9756, 3182-9757 e 3182-9758. 


Em 11/09/2017 11:33:08
Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas
Av. André Araújo, 701 - Aleixo - CEP: 69.060-000 - Fone: (92) 3643-6300

© 2010 - Todos os direitos reservados.